Realizada pela jornalista Adriana Guarda, esta pesquisa pretende mostrar o desafio da permanência dessa tradição, na medida em que as lideranças mais antigas estão morrendo e os mais novos se voltam para as novas tecnologias. Em agosto de 2015, faleceu o presidente e mestre caboclo Zé de Carro, escolhido por João Padre para assumir o brinquedo depois de sua morte. O próprio ciclo da cana-de- açúcar, associado à história do maracatu rural, está em decadência na Zona da Mata pernambucana. O brinquedo chega ao centenário graças à hereditariedade social dentro da brincadeira. Os mais velhos guardam a memória e a tradição e são responsáveis por contribuir com a formação identitária dos mais jovens.

A pesquisa poderá ser acompanhada pelo blog e pelas redes sociais, que trará novidades das idas a Nazaré, fotografias e vídeos. E o resultado será publicado em forma de livreto, que terá também fotografias de Heudes Regis. A expectativa é que a publicação seja entregue em janeiro de 2018, durante as comemorações do centenário. Os registros escritos são meios de contar esta história e, consequentemente, fortalecer as memórias do brinquedo, contribuindo para que o pedido de João Padre possa ser atendido por mais outros cem anos.

Adriana Guarda.jpg

Adriana Guarda é jornalista formada pela Universidade Federal de Pernambuco e tem pós-graduação em Literatura Brasileira e Interculturalidade pela Universidade Católica de Pernambuco. Atua como repórter sênior no Jornal do Commercio (Recife) desde 2007, tendo passado antes pela Gazeta Mercantil e Diário de Pernambuco. Em 2015 conquistou o Prêmio Esso de Jornalismo e tem outras nove premiações no currículo.

Heudes Regis

Heudes Regis é fotógrafo desde 1988. Começou como assistente no estúdio do fotógrafo Giovanni Sérgio, em Natal, e depois foi para a Tribuna do Norte (RN). No Recife trabalhou na revista Veja e no Jornal do Commercio. Depois passou uma temporada de 10 anos em São Paulo, atuando nas revistas Veja, Forbes, Exame, Você S.A., VIP, Playboy, Caminhos da Terra, Viagem e Turismo, Guia 4 Rodas e Revista 4 Rodas. Hoje atua como editor-assistente na Editoria de Fotografia do Jornal do Commercio e da Agência JC Imagem. Em 2011, participou como fotógrafo e expografista da exposição Pernambuco Vivo, naTorre Malakoff, no Bairro do Recife.